30 de abr de 2011

Resenha do Filme "Rio"

Aqui estou para comentar um pouquinho com vocês sobre minha experiência (se é que assim podemos chamar) de telespectadora de mais um filme que retrata nosso país, "Rio" é uma animação dirigida por Carlos Saldanha (brasileiro) e escrita por Don Rhymer.
Quando vi pela primeira vez o trailer do filme fiquei super encantada e satisfeita por concluir que, por fim, alguém em sã consciência havia criado algo realmente descente sobre o Brasil.
Mal sabia eu, que essa minha satisfação seria eliminada logo depois do início do filme, que começa bem animado com cenas da cidade do Rio de Janeiro, e um bando de aves sambando (até compreensível, sabendo que se trata de uma animação), no entanto, a alegria dessas aves são logo interrompidas por caçadores que traficam animais.
A partir daí uma arara azul, ainda bebê, é levada para um país distante e gelado, e acaba sendo adotada por uma garotinha. Se passam 15 anos, e a arara juntamente com sua dona são convidadas para uma viagem ao Brasil com o intuito de salvar a espécie de araras azuis que só possui dois exemplares no mundo todo.
Convite aceito, e a viagem para o país gigante da América do Sul, é realizada.
Até aí meu senso crítico ainda estava só na observação, mas no momento em que passam os novos turistas (arara e sua dona) no Brasil, de frente com as praias da cidade maravilhosa, observando um bloco de pessoas sambando e entre elas uma mulher semi-nú, o que era observação passou a ser decepção.
Nada contra, se escolheram passar a história do filme bem na época do carnaval, mas por se tratar de uma animação infantil, bem que poderiam ter deixado alguns detalhes (como este da mulher semi-nú) de fora.
Depois disso as cenas que se seguem são: pessoas na praia, ou sambando, ou vendo futebol, ou roubando.. E pasmem, jogo da seleção em pleno o carnaval, algo que até então eu nunca tinha visto na vida. E enquanto o carnaval acontece nas ruas, pessoas em frente a televisão são capazes de matar um se forem interrompidos enquanto assistem o Brasil jogando.. Até parece!!
E então, chega a parte de apresentar ao mundo as favelas da cidade, e dizer a todos que as crianças negras (achei um preconceito muito grande) representadas por Fernando, um garotinho sem família; não são nada mais e nada menos que ladrõezinhos, que roubam o que lhes forem pedido por uns trocadinhos para sobreviverem.
E as florestas?!! sim, as florestas estão a todos os lados no filme, como se fosse tão acessível uma floresta em meio a cidade do Rio de Janeiro.. E os pássaros?! Bom, fazendo algo muito natural.. correndo pelo calçadão da cidade quase sendo atropelados por ciclistas... É, se a intenção era fazer com que os estrangeiros acreditassem que há pássaros correndo pelas praias, tenho certeza de que conseguiram, pena é descobrirem depois que isso não passa de uma mentira.
Hmmm e tem uma parte de funk também, mas aí já é muita coisa pra eu escrever, melhor deixar pra lá.
Concluindo.. Figurinha repetida!!! temas que todos já estão fartos de ver ou ouvir.
Claro, em se tratando de Brasil, esses são os temas que primeiro vem em mente, mas será que já não está na hora de mudarmos isso, mostrarmos as pessoas de fora que temos muito mais coisas interessantes para apresentar?!! Dizem, que para os que não conhecem algo ainda, o que lhes mostramos é o que lhes serão acreditados. E isso é muito sério!!!!! Somos um país com muito mais qualidade.
No mais, é assistir e chegar a sua própria conclusão, e como nada na vida é 100% bom ou 100% ruim, temos a oportunidade de nos deliciar com as imagens do filme: o cristo redentor, o pão de açucar e os bondinhos, a praia... Também temos a nosso favor a trilha sonora, com músicas brasileiras bem conhecidas, enfim, há os momentos em que podemos até nos sentir orgulhosos por ver este filme, raros momentos, mas eles estão lá, só não olharem com olhos tão críticos quanto os meus.. haha!!!!   

18 de abr de 2011

Hoje..

Talvez o dia de nosso aniversário seja o dia em que vivemos um verdadeiro conflito interno.. Felicidade, por termos chegado até aqui e estarmos em condições de seguir adiante.. Tristeza, por ver o tempo passar e ter a certeza de que não voltará mais.
Hoje, eu não sou mais aquela garotinha que esperava ansiosa por seus aniversários, que um dia em gritos disse para seu pai "EU NÃO VEJO A HORA DE FAZER LOGO 18 ANOS E IR EMBORA DESSA CASA!!" Ahhh como pude me enganar tanto?! Como pude desejar que os melhores anos da minha vida passassem tão rápidos?!!
Muitos sonhos se desintegraram no tempo... ou quem sabe, não fui eu mesma quem mudou a direção deles... Dizem que as pessoas mudam.
Quantas conquistas!!!!! É tão bom vencer quando se está só numa luta!! Se há algo de que eu tenha orgulho, é de ser persistente, sempre, todo o tempo... Se caio, levanto!!
Aprendi tantas coisas!! E hoje sei que a decisão de ser feliz ou não, está dentro de cada um de nós.

Ps. A você que dedicou alguns minutinhos do seu dia para mim, quero dizer que sou uma pessoa muito feliz por tê-los ao meu lado, e se hoje a luta diária se faz mais leve, isso se deve a vocês, meus verdadeiros amigos. Muito obrigada por terem se lembrado do meu aniversário!!

13 de abr de 2011

Pra você..

Serei a culpada ou o culpado será você?!
Sempre acreditei que o amor fosse um contrato entre duas almas, mas te amar me mostrou um caminho bem diferente, um caminho doloroso!!!! Lágrimas, solidão, desesperança... Como pôde me machucar tanto?!
Me sinto culpada por não acreditar mais em suas palavras. Meu coração diz que a promessa que fizemos de jamais mentir ou duvidar um do outro, ainda está em você... Mas minha razão diz que elas são apenas mais uma grande armadilha. E assim, luto entre a emoção e a razão... Não te culpo por isso!! Talvez eu ainda seja uma menina acreditando em príncipes encantados.
Você não pode ser tão diferente daquele que um dia me olhou nos olhos e disse que me amaria por toda a vida, que com um sorriso nos lábios, disse que jamais voltaríamos a ser um.
Por favor, não me deixe continuar fazendo planos para nós, quando em cada encontro nosso, você vem me beijar... Diga, olhando nos meus olhos, que você não me ama mais, que já não me quer por perto, que já não me deseja como antes... Por favor, por favor, não deixe que as lágrimas voltem a correr por minha face em cada despedida sua.
Sempre acreditei que o amor e a verdade existiam. Hoje, meu coração e minha razão dizem que são um sonho, um sonho que nunca fará parte da minha realidade!!

6 de abr de 2011

As Três Lições de Hoje!!

                   Hoje foi um DAQUELES dias!! Acordei 6:30 a.m., me arrumei em menos de meia hora porque já estava atrasada para o trabalho, não tomei nada nada de café da manhã e ainda saí sem nenhum agasalho, algo inaceitável, já que com essa nova estação é sempre certeza de frio, pelo menos na parte da manhã ou à noite, maaaaas, em se tratando da esquecida que sou, normal isso, super normal... =s
                 Enfim, cheguei na escola apressada. Muitos professores haviam faltado e logo que me viram já vieram me pedir para ficar em duas salas de aula ao mesmo tempo. Ao que se refere aos meus alunos, eu já devia saber que isso não seria uma boa ideia, mas como ainda confio na mudança das pessoas, lá fui eu. E aí temos a primeira lição do dia... As pessoas não mudam a curto prazo!!! E os meus queridos "anjinhos" só não me deixaram mais louca porque eu ainda consigo deixá-los antes de mim... haha
                 E assim foi toda a minha manhã, correndo de uma sala pra outra ensinando matemática, mediando conflitos, escutando problemas, recebendo balas e beijos babados... E quando eu penso que posso sentar e descansar um pouco, lá vem minha turma de recuperação, todos "naquele ânimo" para a aula tão temida e dolorosa - Reforço de Matemática (se há castigo numa escola, esse castigo se refere a participar de aulas de recuperação). E quem é a carrasca??! EU!!! ploft!!
                 Estava exausta mas ainda não podia ir pra casa!! =( Tinhamos uma reunião com a nova coordenadora para sua apresentação e para a apresentação das datas de finalização de bimestre e entregas de notas.
                 Quando eu já não estava mais me aguentando de tanta canseira, fome e sono, chega as minhas mãos um papel, a pauta da reunião. Após a distribuição para todos os demais professores, alguém que a essas alturas já nem consigo raciocinar quem é, pergunta se pode começar a ler, estávamos todos cansados, mas ainda assim, havia alguém gentil para ajudar, taí a segunda lição do dia... Nossos problemas não são motivos para que sejamos mal-humorados e nem arrogantes com as pessoas a nossa volta.
                 Pois bem, a voz da coordenadora, sorridente por alguém poder ajudá-la, responde que sim e a leitura começa.
                 E é aí que, após algumas palavras lidas eu percebo que o que lêem não são artigos, leis, ou blá blá blá de coisas chatas de reunião. MAS SIM, um texto do escritor Augusto Cury, alguém que tenho passado a admirar, devido sua inteligência em nos transmitir ensinamentos com palavras tão lindas e profundas.
                A coordenadora, sabiamente, havia decidido abrir a reunião com essas palavras para reflexão. Na mesma hora em que escutava essas palavras lidas pela professora de português, Maria de Fátima (agora sim sabia perfeitamente quem estava lendo, já que a mensagem havia me  chamado a atenção) eu decidi que iria postá-la aqui.
                Então, foi aí que surgiu a terceira lição do dia...

                 "Um dia uma criança chegou diante de um pensador e perguntou-lhe: "Que tamanho tem o universo?" Acariciando a cabeça da criança, o pensador olhou para o infinito e respondeu: "O universo tem o tamanho do seu mundo."
                Perturbada, a criança novamente indagou: "Que tamanho tem meu mundo?" O pensador respondeu: "Tem o tamanho dos seus sonhos. Se seus sonhos são pequenos, sua visão será pequena, suas metas serão limitadas, seus alvos serão diminutos, sua estrada será estreita, sua capacidade de suportar as tormentas será frágil. Os sonhos regam a existência com sentido. Se seus sonhos são frágeis, sua comida não terá sabor, suas primaveras não terão flores, suas manhãs não terão orvalho, sua emoção não terá romances. A presença dos sonhos transforma os miseráveis em reis, faz dos idosos, jovens, e a ausência deles transforma milionários em mendigos e faz dos jovens idosos. Os sonhos trazem saúde para a emoção, equipam o frágil para ser autor da sua história, fazem os tímidos terem golpes de ousadia e os derrotados serem construtores de oportunidades. Sonhe!"

                     E é isso, aqui estou eu, recem chegada em casa e louca para tomar um banho merecido; escrevendo pra vocês. E o meu desejo para o seu amanhã é: Jamais desista de si mesmo, jamais desista das pessoas que você ama, jamais desista de ser feliz, jamais desista de seus sonhos!!
                    Ah, e quanto a mim, confesso que também estou tentando aplicar isso ao meu amanhã!!!! Sei que tenho muito que aprender, e estou disposta a aprender sempre, em todos os dias que Deus permitir. =)